Opções de empreendimentos que estão sempre em alta

O setor de moda e beleza estão sempre em alta e entre os itens que são peças coringas para qualquer pessoa empreender podemos destacar as semijoias.

As peças ganham força na revenda por conta do baixo investimento e conquistam o consumidor pela variedade e o preço em relação às joias.

Quer saber onde encontrar semijoias para revender e como lucrar de verdade no seu negócio? Confira agora as dicas abaixo. Ótima leitura!

Escolha consciente de produtos

Para quem não sabe, a cidade de Limeira, em São Paulo, têm as melhores fábricas de semijoias.

Compradores de todos os estados do Brasil e até de diversos países procuram a cidade para comprar e revender os produtos.

Os vendedores que procuram por produtos brutos em Limeira ou peças prontas não se decepcionam, pois a cidade tem o título de Capital Nacional da Joia Folheada recebido em 2018 pelo seu forte núcleo industrial.

É sem dúvidas uma das melhores recomendações para começar a pesquisar os produtos.

Parece óbvio, mas é importante reforçar que a reputação da sua loja é o seu bem mais precioso – a qualidade dos produtos para revenda está totalmente ligado à isso.

Na hora de escolher a fábrica de semijoias para revender certifique-se de que as peças tenham o mínimo de qualidade para que o seus clientes fiquem satisfeitos.

Na internet sabemos que a variedade de fábricas é enorme, mas alguns fatores podem ser levados em consideração na hora de fazer a sua compra.

Verifique se as peças têm uma boa durabilidade, pois aquelas que ficam pretas em poucos meses pode acabar depreciar o seu negócio.

O preço e o prazo de entrega devem ser avaliados com cautela.

Comprar semijoias no atacado sempre vale mais a pena na hora de criar a margem de lucro e o prazo de entrega precisa ser razoável caso você precise fazer uma encomenda de última hora.

Crie um catálogo com opções variadas e personalizadas

Conhecer as dores e necessidades do seu público-alvo é a primeira lei de quem deseja vender alguma coisa.

Pense sobre o perfil das pessoas que você deseja atingir e monte um catálogo com as peças mais interessantes para elas.

Vale fazer uma pesquisa de benchmark (melhores práticas adotadas pela concorrência), analisar os sites e as redes sociais dos concorrentes, descobrir o que é tendência no momento para começar com o pé direito.

O consumidor está cada vez mais exigente e as peças brutas entram para suprir essa necessidade.

Para quem não sabe, é possível comprar produtos brutos para banhar de acordo com a preferência do seu cliente.

Assim, é possível criar uma peça totalmente personalizada e se destacar na concorrência.

Em tempos de isolamento social é preciso estar sempre online

Mesmo se você tem o objetivo de revender semijoias em uma loja física ou por atendimento em casa, saiba que colocar sua marca e seus produtos online fará toda a diferença.

Além de poder alcançar mais pessoas e assim mais clientes, a presença online traz modernidade ao seu negócio e muito engajamento.

Para produtos de moda e beleza é mais interessante as redes sociais que trabalham com imagens, por exemplo o Instagram.

Um estudo divulgado recentemente pela plataforma Socialbakers revelou que no Instagram o setores de moda e beleza apresentam 33,1% das interações.

Tenha um perfil comercial na rede e crie imagens atrativas com seus produtos, crie um anúncio segmentado, faça promoções para chamar a atenção, crie conteúdos que ensinam o cliente a cuidar de suas peças, entre outras ações.

Capriche no atendimento ao cliente e no pós venda

Às vezes um futuro cliente quer apenas mais informações, portanto sempre responda as perguntas com prontidão.

Algumas lojas perdem audiência por não responder um possível cliente com agilidade.

Já no pós venda é muito importante disponibilizar a assistência que o cliente espera, pois qualquer problema mal resolvido pode manchar a sua reputação.

Fonte:Jornal Contábil .

Opções de empreendimentos que estão sempre em alta

O setor de moda e beleza estão sempre em alta e entre os itens que são peças coringas para qualquer pessoa empreender podemos destacar as semijoias.

As peças ganham força na revenda por conta do baixo investimento e conquistam o consumidor pela variedade e o preço em relação às joias.

Quer saber onde encontrar semijoias para revender e como lucrar de verdade no seu negócio? Confira agora as dicas abaixo. Ótima leitura!

Escolha consciente de produtos

Para quem não sabe, a cidade de Limeira, em São Paulo, têm as melhores fábricas de semijoias.

Compradores de todos os estados do Brasil e até de diversos países procuram a cidade para comprar e revender os produtos.

Os vendedores que procuram por produtos brutos em Limeira ou peças prontas não se decepcionam, pois a cidade tem o título de Capital Nacional da Joia Folheada recebido em 2018 pelo seu forte núcleo industrial.

É sem dúvidas uma das melhores recomendações para começar a pesquisar os produtos.

Parece óbvio, mas é importante reforçar que a reputação da sua loja é o seu bem mais precioso – a qualidade dos produtos para revenda está totalmente ligado à isso.

Na hora de escolher a fábrica de semijoias para revender certifique-se de que as peças tenham o mínimo de qualidade para que o seus clientes fiquem satisfeitos.

Na internet sabemos que a variedade de fábricas é enorme, mas alguns fatores podem ser levados em consideração na hora de fazer a sua compra.

Verifique se as peças têm uma boa durabilidade, pois aquelas que ficam pretas em poucos meses pode acabar depreciar o seu negócio.

O preço e o prazo de entrega devem ser avaliados com cautela.

Comprar semijoias no atacado sempre vale mais a pena na hora de criar a margem de lucro e o prazo de entrega precisa ser razoável caso você precise fazer uma encomenda de última hora.

Crie um catálogo com opções variadas e personalizadas

Conhecer as dores e necessidades do seu público-alvo é a primeira lei de quem deseja vender alguma coisa.

Pense sobre o perfil das pessoas que você deseja atingir e monte um catálogo com as peças mais interessantes para elas.

Vale fazer uma pesquisa de benchmark (melhores práticas adotadas pela concorrência), analisar os sites e as redes sociais dos concorrentes, descobrir o que é tendência no momento para começar com o pé direito.

O consumidor está cada vez mais exigente e as peças brutas entram para suprir essa necessidade.

Para quem não sabe, é possível comprar produtos brutos para banhar de acordo com a preferência do seu cliente.

Assim, é possível criar uma peça totalmente personalizada e se destacar na concorrência.

Em tempos de isolamento social é preciso estar sempre online

Mesmo se você tem o objetivo de revender semijoias em uma loja física ou por atendimento em casa, saiba que colocar sua marca e seus produtos online fará toda a diferença.

Além de poder alcançar mais pessoas e assim mais clientes, a presença online traz modernidade ao seu negócio e muito engajamento.

Para produtos de moda e beleza é mais interessante as redes sociais que trabalham com imagens, por exemplo o Instagram.

Um estudo divulgado recentemente pela plataforma Socialbakers revelou que no Instagram o setores de moda e beleza apresentam 33,1% das interações.

Tenha um perfil comercial na rede e crie imagens atrativas com seus produtos, crie um anúncio segmentado, faça promoções para chamar a atenção, crie conteúdos que ensinam o cliente a cuidar de suas peças, entre outras ações.

Capriche no atendimento ao cliente e no pós venda

Às vezes um futuro cliente quer apenas mais informações, portanto sempre responda as perguntas com prontidão.

Algumas lojas perdem audiência por não responder um possível cliente com agilidade.

Já no pós venda é muito importante disponibilizar a assistência que o cliente espera, pois qualquer problema mal resolvido pode manchar a sua reputação.

Fonte:Jornal Contábil .